Robótica Industrial

A robótica industrial é um tema cada vez mais comentado. Quer saber mais sobre o assunto e como ele pode afetar sua empresa?

Então leia nosso texto e descubra!

Breve introdução à robótica industrial

Olhando para a história, existem várias evidências do surgimento da palavra “robótica”.

Em primeiro lugar, algumas fontes apontam sua origem no vocábulo checo robota (trabalho tedioso). O escritor Karel Capek criou essa palavra para uma peça teatral chamada Rossum’s Universal Robots (RUR). A peça foi apresentada em 1921.

Posteriormente, em 1938 a BBC produziu uma versão de RUR para o seu canal de televisão. Logo depois, em 1950 o autor de ficção científica Isaac Asimov lançou o livro “Eu, robô”. O grande sucesso do livro popularizou de vez o termo.

O avanço da robótica

O conceito que os autores desejavam expressar era o mesmo: engenhocas capazes de realizar trabalhos repetitivos ou perigosos no lugar do homem. Antes de tudo, no começo, como ainda não existiam tecnologias como eletrônica e processadores, os robôs eram movimentados por sistemas de peso e pneumática. Seu principal objetivo, considerando as limitações, era o entretenimento. 

Contudo, em pleno século XXI com avanços como a Inteligência Artificial, Realidade Aumentada e Big Data, a robótica ganha fortes aliados para se tornar uma das invenções mais importantes da humanidade. 

De acordo com o relatório Oxford Economics, em vinte anos o número de robôs no mundo triplicou, atingindo 2,25 milhões de exemplares.

Para 2030, a expectativa é que essa quantidade atinja os 20 milhões. Isso significa que 8,5% da força de manufatura global estará nas mãos (ou garras) de células robóticas.

A robótica industrial no mundo

Segundo o relatório da IFR (International Federation of Robots), 2018 foi o sexto ano consecutivo de crescimento do mercado de robótica. Foram mais de 422.000 unidades vendidas (+6% que 2017).

74% das instalações globais de robôs se reúnem em cinco países: China, Japão, Estados Unidos, República da Coréia e Alemanha. Ásia é o maior mercado de robôs industriais do mundo, embora o crescimento tenha desacelerado substancialmente em 2018.

Sendo assim, com essa estagnação da Ásia, Europa e América vêm crescendo fortemente. Por exemplo, nas Américas, 55.212 robôs foram instalados em 2018. Isso é 20% a mais que no ano anterior.

A robótica industrial no Brasil

2.196 novos robôs foram instalados (novo recorde), em 2018, 119% a mais que em 2017. Com isso o país está na 19ª posição, na classificação global de 2018.

Participações nas instalações totais:

  • 46% Operações de manuseio;
  • 43% soldagem
  • 51% Indústria automotiva
  • 5% Indústria de plásticos e química

>> Clique e descubra em nosso E-BOOK quais serão as profissões do futuro! <<

A ROBÓTICA VEIO PARA FICAR E PROMETE CRESCER MUITO NOS PRÓXIMOS ANOS.

Quais nichos da indústria são compatíveis com a Robótica?

Primeiramente, antes de listarmos em quais setores industriais a robótica pode ser aplicada, vamos discutir nos próximos parágrafos onde os principais ganhos do uso de robôs aparecem:

  1. Em primeiro lugar, na interconexão e compartilhamento de dados de cada parte do processo, permitindo uma gestão de atividades autônoma, inteligente e com visão do todo;
  2. Em seguida, no uso de células robóticas versáteis, capazes de realizar várias tarefas em diferentes momentos da linha produtiva. Além disso, é preciso considerar sua precisão constante e jornada de trabalho ilimitada;
  3. Na digitalização das plantas, ampliando as fronteiras de análise de dados e gestão de qualidade. Assim é possível pensar em melhorias sem paralisar as atividades;
  4. Por fim, na possibilidade de robôs e seres humanos trabalharem juntos. Eles podem compartilhar tarefas, explorando os pontos fortes de cada um.

Robótica industrial e personalização

Sob o mesmo ponto de vista, uma outra característica muito importante que devemos discutir dentro da robótica industrial é a personalização. Esse termo já é tendência no ponto de vista do produto/serviço oferecido.

As tecnologias da Indústria 4.0 expandem essa personalização para a linha de produção. Ou seja, as soluções citadas acimas podem ser aplicadas para cada indústria de maneira única, considerando o contexto de sua atividade.

>> Clique aqui e ouça nossa série de PODCASTS sobre indústria 4.0 <<

Sendo assim, cada empresa pode traduzir as mudanças citadas acima da maneira que melhor se encaixe com a sua própria realidade. 

Do mesmo modo, por estarmos falando de máquinas extremamente versáteis, os robôs podem ser uma boa oportunidade também para outras áreas da economia.

Em seguida discutiremos um pouco mais sobre isso. Será que você se encaixa em algum dos ramos abaixo?

Robótica industrial na medicina - robôs transportando medicamentos em hospitais

Medicina e Fisioterapia

Antes de tudo, não é de hoje que surgem notícias sobre cirurgias robóticas em todos os cantos do mundo. Muitos procedimentos médicos já são realizados com auxílio de robôs.

A principal vantagem é a seguinte: Os movimentos do braço robótico em uma cirurgia são muito mais precisos que o ser humano. Nós somos suscetível a distúrbios provocados pelo meio externo. Além disso, os robôs e as conexões de maior qualidade permitem a realização de intervenções cirúrgicas e consultas médicas a distância.

Vale lembrar aqui que essas tecnologias trabalham sob comando de uma pessoa. Um profissional humano especializado. Entretanto, ao adicionar a inteligência artificial à robótica médica, novas possibilidades entram em discussão. Mas aqui já é assunto para outro material.

E na Fisioterapia?

Assim como na medicina, na fisioterapia, a robótica vem se destacando no auxílio de pacientes em processo de reabilitação de lesões musculares e acidente vascular encefálico. Além disso, existem pesquisas bastante promissoras com o uso da “terapia robótica” em pacientes com esclerose múltipla e paralisia cerebral.

Robótica industrial no espaço - robôs enviados para missões espaciais

Espacial e automobilística

As montadoras de carros não podia estar de fora dessa lista.

Antes de tudo, foi um dos pioneiros em aderir ao uso da robótica industrial em suas linhas de produção, tanto que, ao pensarmos em uma montadora, dificilmente conseguimos evitar que venham na nossa imaginação aquelas imagens de fábricas cheias de robôs, parafusando, soldando ou pintando latarias.

E no espaço?

Já a tecnologia espacial usa a robótica há muito tempo. Desde que o homem decidiu dar seus primeiros passos para fora da atmosfera terrestre, os braços robóticos já eram ferramentas indispensáveis em suas missões.

Além disso, com os avanços tecnológicos, a robótica ganha mais importância ainda, podendo executar missões de exploração em ambientes nos quais o ser humano ainda encontra grande dificuldade.

Por exemplo, o Lunokhod 1 foi o primeiro robô enviados para a Lua pela União Soviética em 1970, como parte do programa Lunokhod. Por ter sido o primeiro astromóvel criado, era considerado muito sofisticado e moderno para a época.

Robótica industrial nas residências - robô colaborativo cozinhando

Automação residencial

Antes de mais nada, aqui o IoT ganha muito destaque: empresas do ramo estão criando as mais diversas soluções capazes de controlar inúmeros aparelhos de uma residência. Por exemplo, esse controle pode ser através de um smartphone ou até mesmo por comando de voz. 

Ou seja, a oportunidade da robótica é desenvolver soluções no campo dos robôs assistentes. Como aqueles modelos que vemos em filmes de ficção científica.

Os robôs que irão ajudar nas tarefas domésticas podem não ter formas humanoides. Com o desenvolvimento dos Cobots, por exemplo, é possível termos máquinas e seres humanos convivendo em uma mesma residência sem correr o risco de algum acidente. 

Além disso a própria interconectividade proposta pelo IoT favorece o ambiente para a aplicação de robôs inteligentes.

Como aplicar a robótica na minha indústria?

Em conclusão, a robótica industrial veio realmente para mudar a maneira com que produzimos. Agora a pergunta é: Como eu faço para aplicar essa tecnologia na minha empresa?

Nesse sentido, para responder essa pergunta escrevemos um texto sobre COMO APLICAR A ROBÓTICA INDUSTRIAL. Nele apresentamos um passo a passo para descobrir onde você pode aplicar a robótica na sua empresa e deixá-la 4.0. Confira no link abaixo:

>> CLIQUE AQUI e leia o texto COMO APLICAR A ROBÓTICA INDUSTRIAL <<

Quer se tornar um especialista em robótica? Veja essa novidade lançada pela Exsto:

Saiba mais sobre o nosso Curso Robótica Industrial: Desenvolvendo Competências para Indústria 4.0, acessando o link abaixo:

>> CURSO Robótica Industrial: Desenvolvendo Competências para Indústria 4.0 <<

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: