O que são Comandos Elétricos?

O tema Comandos Elétricos, também conhecido como Acionamentos Elétricos, já invadiu todos os seguimentos da elétrica. O profissional que possui as habilidades dessa área é considerado indispensável na automação industrial.

Pelo ponto de vista de formação, a disciplina de Comandos Elétricos permite ao alunos conhecer e dimensionar os principais dispositivos de comando e proteção utilizados nestes circuitos. O profissional formado nessa área deverá estar apto a ler e interpretar os circuitos de comandos de máquinas elétricas e conhecer os principais métodos de acionamento destas máquinas. O correto dimensionamento e especificação dos condutores e demais componentes associados aos motores elétricos, acima de tudo, promove a segurança aos processos industriais. Vamos conhecer um pouco mais sobre esse assunto?

>> Conheça as Bancadas Didáticas em Comandos Elétricos <<

COEL – Comandos Elétricos

Os comandos elétricos (COEL’s) dividem-se em dois principais circuitos: Circuito de Cargas e Circuito de Comandos.

Circuito de Cargas: O circuito de cargas (ou de forças) pode ser monofásico, bifásico ou trifásico, onde as quantidades de cargas elétricas utilizadas representam sua potência total.

Circuito de Comandos: O circuito de comandos (ou de controle) é onde são encontrados os dispositivos de acionamento e sinalização. É o local que possui uma combinação lógica de elementos que executam o acionamento das cargas e sinaleiros.

Principais Elementos do Circuito de Cargas

Os motores elétricos são os principais elementos que compõem o Circuito de Cargas em comandos elétricos.  Sua principal função é transformar energia elétrica em outras formas de energia, principalmente energia mecânica. O funcionamento de um motor elétrico baseia-se no princípio da indução eletromagnética. Motores ideais são motores que transformam integralmente a energia elétrica em energia mecânica sem perdas, porém, na prática, não existem motores ideais. Na conversão de energia elétrica ocorrem perdas, ocasionadas, por exemplo, por atrito entre os componentes, efeito joule, histerese, dentre outras. A maioria dos motores funciona com rendimento acima de 90%. Em geral, maiores potências implicam em maiores rendimentos. A ligação dos motores elétricos deve ser adequada à tensão de alimentação disponível na rede a qual os mesmos serão instalados.

Acionamento de Motor com Inversor de Frequência

Assista abaixo uma prática em uma bancada de Comandos Elétricos, onde o instrutor realiza um acionamento de motor através do Inversor de Frequência.


Quanto ao princípio de funcionamento e à tensão de alimentação, os motores podem ser divididos em motores monofásicos ou trifásicos e motores de corrente contínua ou corrente alternada.

Na maioria dos casos, o Motor Elétrico Trifásico CA é o mais utilizado nas aplicações, pois se adéqua a quase todos os tipos de máquinas presentes na indústria.

Principais elementos de um motor elétrico: Estator e Rotor

Principais Elementos do Circuito de Comandos

Dispositivos de Comandos são equipamentos com a finalidade de enviar um sinal elétrico para o acionamento de um equipamento ou interrupção de um circuito de comando, permitindo ou não a passagem da corrente elétrica entre um ou mais pontos de um circuito.

Os dispositivos básicos do Circuito de Comandos são:

1. Contator
2. Relé de Proteção
3. Disjuntor Motor
4. Fusíveis
5. Chave Auxiliar Fim de Curso

Os circuitos de cargas são normalmente comandados por chaves magnéticas automáticas, responsáveis por desligar e parar as cargas, além de estarem associados aos dispositivos de proteção contra sobrecargas e curtos-circuitos.

As chaves magnéticas possuem internamente bobinas que, quando alimentadas com sua tensão nominal, alteram o estado de seus contatos principais e auxiliares. As bobinas ou indutores são dispositivos constituídos por um fio esmaltado enrolado em torno de um núcleo de ferro, ferrite ou ar. Em geral os dispositivos de proteção que fazem uso de chaves magnéticas não atuam para sobrecorrentes com valores de 1 á 4 vezes o valor de sua corrente nominal, desde que estas não tenham duração máxima superior a 2 segundos. Faltas de duração superior a este patamar de tempo podem trazer prejuízo ao motor, logo o circuito deve ser instantaneamente seccionado.

Conclusão:

Atualmente, Comandos Elétricos passou de uma simples capacitação para uma das competências mais valorizadas no setor industrial.

Se você se interessou pelo tema, separamos abaixo alguns cursos oferecidos para quem procura se profissionalizar ou se aperfeiçoar na área:

1 – Instalação de Sistemas De Comandos Elétricos
2 – Comandos Elétricos – Aperfeiçoamento

Assine nossa newsletter:

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

exstotecnologia

A Exsto Tecnologia atua no mercado educacional, desenvolvendo kits didáticos para o ensino técnico e tecnológico, nas áreas de eletrônica, elétrica, automação, telecomunicações, energias renováveis e outros.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: